sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Produto cria 'caminho de estrelas' para melhorar iluminação pública

A empresa britânica Pro-Teq encontrou uma bela solução para um problema comum em grandes centros urbanos, a iluminação pública. Batizado de Starpath (caminho das estrelas, na tradução para o português), o produto é capaz de absorver energia dos raios ultra-violetas e liberá-los no escuro. 

 Quando aplicado, o Starpath ainda deixa a superfície antiderrapante e impermeável. O produto ainda se ajusta à quantidade de luz natural no local, intensificando ou não o seu brilho de acordo com a luminosidade da área. 

Foto: Divulgação / Pro Teq

Desta forma, o Starpath aparece como uma boa solução para iluminar caminhos e aumentar a segurança daqueles que apreciam um passeio noturno. A instalação do produto leva menos de quatro horas para ser finalizada, já que em apenas 30 minutos o revestimento já está seco. 

A ideia já foi aplicada na Inglaterra, em uma trilha localizada dentro do Christ´s Pieces Park, em Cambridge. O que achou da iniciativa?


Fonte: Yahoo Notícias

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Dispositivo promete remover plástico do Mar em 5 anos!

Holandês cria dispositivo capaz de remover o plástico dos oceanos em cinco anos



Um estudante de engenharia acredita ter encontrado a solução para limpar os oceanos. O holandês Boyan Slat, de 19 anos, aliou sua criatividade com seu conhecimento em tecnologia para criar o dispositivo capaz de remover todo tipo de plástico dos oceanos, que já receberam mais de 7 milhões de toneladas deste material.

Ocean Cleanup Array funcionaria como um filtro, recolhendo todo tipo de objeto flutuante e colocando-o numa espécie de compartimento.

Foto: Divulgação

O plástico encontrado, por sua vez, permanece armazenado mas ainda dentro da água, prevenindo assim qualquer tipo de risco aos animais que possam ter contato com o aparelho.  Um processo de separação em terra será realizado para devolver os animais ao mar.

Foto: Divulgação

Segundo o criador, o processo de limpeza levaria até cinco anos. Mesmo com o projeto sendo apenas um protótipo, Boyan criou a The Ocen Cleanup Foundation, um organização sem fins lucrativos que visa captar recursos para o desenvolvimento do dispotiviso.

Foto: Divulgação
Fonte: Yahoo

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

FOTOS do 7. Encontro alternativo Espiritual

A Instituição Árvore Sagrada divulga as fotos do 7. Encontro alternativo Espiritual, ao qual o fundador Ricardo Vieira, esteve presente palestrando sobre o contato com a Medicina Herbária. 

Uma palestra muito elucidativa sobre a visão nativa sobre o mundo espiritual das ervas e as ferramentas de autoconhecimento.

Parabéns a todos envolvidos pelo sucesso do evento.






MAIS FOTOS DO EVENTO NO SITE ACESSE AQUI!
http://www.arvoresagrada.com.br/fotos.htm


Curta a nossa página no FACEBOOK!



quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Festival Celta de Primavera

Queremos agradecer aos membros atuais de nossa casa que nos doaram uma roçadeira para manutenção de nossas obras. 

Seguem algumas fotos de nosso Festival de Primavera, realizado em Juquitiba/ SP, mais fotos no sitehttp://www.arvoresagrada.com.br











Uso de biocombustíveis deve aumentar até 2050, diz o Greenpeace

De acordo com o relatório do Greenpeace, embora hoje o predomínio seja de derivados de petróleo, os biocombustíveis podem reduzir sensivelmente a utilização de combustíveis fósseis nos próximos anos.

“O estudo traz projeções positivas quanto à participação de renováveis na matriz energética, mas também deixa evidente que existem barreiras a serem superadas para que tais cenários sejam alcançados. Isso somente será possível com um planejamento político de longo prazo para todo o setor energético,” acredita a gerente de sustentabilidade da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Marina Carlini.

Leia a nota completa em: www.tnsustentavel.com.br

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Rio de Janeiro recebe novos carros 100% elétricos

Frota de táxis do Rio de Janeiro recebe novos carros 100% elétricos


A frota de táxis circulando no Rio de Janeiro acaba de ganhar mais 13 veículos 100% elétricos, numa parceria que promove a mobilidade com emissão zero de poluentes na cidade e envolve a montadora Nissan, a Petrobras Distribuidora – responsável pela infraestrutura de recarga para os veículos em postos com sua bandeira –, a Prefeitura e o projeto Rio Capital da Energia.



A entrega dos carros, do modelo Nissan LEAF, aconteceu na manhã desta quarta-feira (11), no Posto Escola Lagoa, da Petrobras Distribuidora, onde funciona um equipamento de carga rápida veicular (quick charger). Desde março deste ano, dois táxis do tipo, que não emitem poluentes ou ruídos, já circulam na capital fluminense, a partir do Aeroporto Santos Dumont.



Participaram do evento os presidentes da BR, José Lima de Andrade Neto, e da Nissan, François Dossa, o secretário municipal de Transportes do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, e o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Júlio Bueno, entre outros convidados.



Mobilidade – O presidente da Nissan destacou o objetivo de promover a mobilidade sustentável. “Nossa convicção é de que o carro elétrico é parte do futuro do planeta que queremos deixar para os jovens. Emissão zero é, sim, possível”, afirmou, lembrando ainda que a Nissan também entregou dois carros do mesmo modelo à Polícia Militar do Rio de Janeiro, utilizados atualmente no patrulhamento de pontos turísticos da capital.



Para Lima, a BR estará cada vez mais próxima dos parceiros no projeto: “É uma satisfação apoiar essa iniciativa. Queremos estar juntos, dando os passos para ampliar a estrutura de abastecimento para os novos carros, e suprindo essa energia renovável também para nossos consumidores, clientes e para a sociedade em geral”.



O secretário municipal de Transportes, Carlos Osório, afirmou que o município tem a ambição de se tornar uma referência em sustentabilidade. “De todas as grandes cidades do mundo, nenhuma tem o patrimônio ambiental e natural do Rio de Janeiro. Por isso temos uma responsabilidade maior. Iniciativas como esta mostram que existe um caminho, principalmente na área que hoje mais gera emissões de gases do efeito estufa e CO2. Podemos sonhar com o crescimento desse projeto, os táxis são um grande cartão de visitas dessa ideia”, explicou.



Júlio Bueno, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, definiu o projeto dos táxis elétricos como emblemático: “O governo estadual tem várias iniciativas na promoção de tecnologias alternativas na área de energia. Na verdade, estamos discutindo com os parceiros a criação de uma fábrica de carros elétricos. Isso é absolutamente necessário e saudável”, disse.



Autonomia – O Nissan LEAF utilizado como táxi elétrico foi projetado para atender às necessidades da mobilidade urbana moderna, oferecendo espaço, conforto e potência como os veículos a combustão. Lançado comercialmente nos Estados Unidos e no Japão em dezembro de 2010, e na Europa no ano seguinte, o modelo já tem mais de 75 mil unidades vendidas em todo o mundo e autonomia de 160 km.



Além do carregador rápido que funciona no Posto Escola Lagoa, a Petrobras Distribuidora deve inaugurar equipamento idêntico no Posto do Futuro, na Barra da Tijuca, em outubro. E estão em estudos pela BR mais dois pontos para carga de veículos elétricos na cidade do Rio de Janeiro.


Fonte: Agência Petrobras

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Agenda de 2013 da Instituição Árvore Sagrada



AGENDA DA CASA

Para o bimestre de Maio e Junho teremos algumas atividades e projetos que você, sua família e amigos podem participar:

MAIO - 25 e 26 - Festival de Inverno, uma comemoração que une vivências, atividades e palestras sobre o tema ancestralidade, como era visto o inverno pelas sociedades nativas do antigo continente e suas comemorações.

JUNHO- Dia 22 - Remédios e Garrafadas, sobre as práticas nativas herbárias e sua conjuntura de crença nas sociedades nativas.
JULHO - Dia 13/ 14- Simpósio de Culturas Nativas e Tradicionalistas no RJ, um encontro com a medicina natural e ancestralidade de crença Ibérica da antiguidade.

SETEMBRODia 07 - Festival de Prelúdio da Primavera, estudos sobre danças, hábitos e costumes ligados ao conhecimento da natureza e suas visões míticas.
Dia 29 - 7. Encontro Alternativo Espiritual - Diversas Palestras sobre o Termo Espiritualidade.

OUTUBRO - Dia 26/ 27 - Simpósio de Culturas Nativas e Tradicionalistas em Minas Gerais, um encontro com a medicina natural e ancestralidade de crença Ibérica na antiguidade.

NOVEMBRO - Dia 02 - Festival de Prelúdio de Verão, fogueira, tambores, palestras sobre a sexualidade e a visão no mundo antigo.

DEZEMBRO - Dia 14 - Fechamento das atividades e comemoração de final de ano.


Mais informações: contato@arvoresagrada.com.br

terça-feira, 9 de julho de 2013

Material de Carbono inovará a nossa Visão de Mundo


Conhecido como o "material do futuro", o grafeno não deixa de assombrar a comunidade científica e tecnológica por causa de suas incríveis propriedades e infinidade de aplicações potenciais. 

O material é um alótropo do carbono, ou seja, uma das formas divergentes que procede desse elemento químico, como o carvão e o diamante. Curiosamente sua descoberta vem da década de 30, mas se prestou pouca atenção nele, dado que se pensava que era um material instável termodinamicamente.

Só depois das descobertas dos cientistas Konstantin Novoselov e Andre Geim, que o conseguiram isolar à temperatura ambiente, ganhou a importância que ele tem agora. Em 2010, estes pesquisadores de nacionalidade russa receberam o Prêmio Nobel de Física por seus trabalhos com o grafeno.

Acrescentado a outros compostos, como matéria-prima principal ou como componente de novos processos de laboratório e produção, este material revolucionário possibilitará, entre muitas outras coisas: fabricar filtros que separarão o sal da água duas ou três vezes mais rápido que as dessalinizadoras atuais, assim como obter combustíveis que permitirão que os aviões alcancem maiores velocidades, otimizando o funcionamento do motor e reduzindo o consumo e a poluição ao meio ambiente. Além disso, o grafeno é cem vezes mais eficaz como condutor elétrico que o silício e mais forte que o diamante.

Qualidades variadas e assombrosas

Cientistas de todo o mundo, que estão há anos trabalhando com o grafeno, acreditam que suas aplicações - em campos tão diversos como a eletrônica, a telefonia celular, a aeronáutica e os processadores de hidrocarbonetos - logo surgirão.

"O grafeno já é utilizado para fabricar eletrodos de baterias, telas táteis, células fotovoltaicas, dispositivos de eletrônica digital e analógica de alta frequência, e compostos avançados para a indústria aeronáutica ou para a alta competição de vela", assinala àAgência EFE Jesús de la Fuente, diretor-executivo (CEO) da Graphenea, uma das principais produtoras mundiais de grafeno laminado.

Entrevistamos Jesús com exclusividade para que nos explique em que condições estão os estudos e as aplicações práticas deste surpreendente material.

Poderia nos dar alguns exemplos de como o grafeno vai mudar o mundo e nossa vida cotidiana?

- O grafeno abriu uma nova categoria de materiais bidimensionais. Tenho certeza que terá um papel relevante no futuro, mas é possível que suas melhores aplicações ainda não tenham sido descobertas. O grafeno de mais alta qualidade está disponível desde 2010-2011 nos laboratórios de pesquisa, por isso que não se teve muito tempo para se aprofundar na pesquisa do material. No entanto já foram publicados alguns protótipos muito interessantes, e o melhor ainda está para chegar. Das aplicações atuais nas quais se está trabalhando provavelmente a eletrônica flexível possa representar uma pequena revolução e contribuir para vantagens no dia a dia.

Quando serão produzidas as primeiras aplicações práticas deste material, além da pesquisa experimental?

- As primeiras aplicações de nicho (segmentos de mercado) são esperadas em 2016-2017 e a partir de 2020 suas vantagens serão um pouco mais generalizadas. O tempo que a indústria precisa para incorporar um novo material é calculado em 15 a 20 anos e, em alguns casos, até 50. Alguns de nossos clientes como Nokia e Philips játêmprotótipos de alto rendimento em baterias flexíveis e eletrodos transparentes, e agora começamos o trabalho de engenharia de desenvolvimento e de escala industrial para levar esses protótipos à linha de produção.

Em que dispositivos, sistemas ou atividades o grafeno estará envolvido?

- É possível que possamos desfrutar de baterias de alta densidade energética, tablets flexíveis, células solares de alta eficiência, escâneres médicos melhorados com eletrônica de Thz, comunicações de altíssima velocidade e displays e iluminação LED orgânica graças, em parte, ao grafeno.

Suas aplicações aumentam dia a dia

Notaremos o produto então em nossa qualidade de vida?

- É preciso levar em conta que este material é um componente fundamental de todos os dispositivos que lhe mencionei, mas não o único. Serão as multinacionais líderes nestes setores que vão decidir quando e como introduzir estas inovações no mercado. O impacto na qualidade de vida, no meio ambiente e na energia é incalculável. Precisaremos de décadas para avaliar o sucesso desta tecnologia. Está em nossas mãos torná-la realidade.

Tal é a importância dada a este tipo de carbono, que a Comissão Europeia destinará US$ 1,3 bilhão para apoiar nos próximos dez anos projetos europeus pioneiros para pesquisar as aplicações do grafeno.

A iniciativa Grafeno, dirigida pelo professor Jari Kinaret da Universidade de Chalmers (Suécia) e na qual participam mais de cem grupos e 136 pesquisadores principais, incluindo quatro ganhadores do Prêmio Nobel, averiguará e explorará as propriedades únicas deste material, que se acredita que chegará a ser tão ou mais importante que o aço e o plástico.

A lista de aplicações tecnológicas do grafeno, que segundo seus próprios descobridores são "tantas que não podem ser enumeradas", aumentam sem cessar, mês a mês.

Por exemplo, a Samsung desenvolve antenas micrométricas deste material com capacidade de transmitir informação a grande velocidade em distâncias muito curtas, e o projeto europeu Insidde pesquisa um novo tipo de escâner com emissores e receptores de grafeno.

Segundo um estudo das universidades britânicas de Manchester e Cambridge, podem ser utilizados dispositivos de grafeno como fotodetectores em comunicações ópticas de alta velocidade.

Para Frank Koppens, um dos líderes da iniciativa europeia Grafeno, este material será aplicado no diagnóstico por imagem, injetando-se uma substância que se acople às células cancerígenas e que emita luz, e utilizando um dispositivo sensível a esta luz que permitirá ver a forma de um tumor com muito detalhe.

Ricardo Segura
EFE - REPORTAGENS

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Fotos de Festival de Inverno na Serra de Juquitiba/ SP

Este final de semana foi um momento muito agradável em que podemos curtir o inverno tendo como companhia a amizade e uma boa lareira, vejam as fotos no link abaixo:

http://www.arvoresagrada.hd1.com.br/inverno2013.htm

Aproveitamos para convidá-los a conhecer nossa agenda e esperamos que possa participar de um próximo evento.









Conheça os projetos da Instituição Árvore Sagrada, diversas oportunidades para quem deseja se conhecer e viver em uma jornada a essência da Natureza. Venha para nossa comunidade no facebook e yahoogrupos

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Descontos na conta de energia elétrica


Consumidores poderão trocar materiais recicláveis por descontos na conta de energia elétrica da AES Eletropaulo



A AES Eletropaulo, empresa do Grupo AES Brasil, lança esta semana o “Recicle Mais, Pague Menos”, projeto de troca de materiais recicláveis por descontos na conta de energia elétrica. Hoje, dia 14 de maio, está sendo inaugurado o primeiro ponto de coleta na comunidade da Vila Guacuri, zona sul de São Paulo.

Além desse local, a concessionária levará o “Recicle Mais, Pague Menos” para mais três regiões na sua área de concessão da cidade até o fim do ano, com o desafio de arrecadar, no total, 200 toneladas de papel, plástico, metal e vidro, contando com o cadastramento de pelo menos 10 mil famílias. “Estamos em busca de mais locais para instalação de pontos de coleta e já confirmamos uma unidade em Heliópolis, que também será lançada em breve”, diz Andrea Santoro Silveira, analista de sustentabilidade da AES Eletropaulo. “O programa depende de pontos adequados para receber um container de seis metros de comprimento e dois e meio de altura, em local de fácil acesso para os moradores”, completa. Ela conta que a meta é de arrecadar 1600 toneladas de resíduos até final de 2014em 10 pontos de coleta, alcançando cerca de 40 mil clientes cadastrados.

O primeiro ponto de coleta fica na Rua Joaquim Forzano, em frente ao nº 50, na comunidade de Vila Guacuri, na região de Pedreira, e vai funcionar inicialmente às terças e quintas, das 9 às 16 horas. A unidade será instalada em um terreno cedido por uma das sete unidades Casa de Cultura e Cidadania, principal projeto social da AES Brasil, que busca transformar a realidade de milhares pessoas com atividades voltadas à arte, cultura, cidadania, qualidade de vida e geração de renda.

Como vai funcionar – Com foco no desenvolvimento sustentável de comunidades, o “Recicle Mais, Pague Menos” contará com uma dinâmica simples e prática. De posse da última conta de energia elétrica, os interessados se cadastram em um dos pontos de coleta da AES Eletropaulo e recebem um cartão personalizado. Ao levar os resíduos separados para o local do container – que é feito de material reciclado da TetraPak –, o resíduo é pesado e precificado, de acordo com a tabela praticada pelo mercado de reciclagem, e a soma é registrada em um terminal eletrônico, que envia a informação para a distribuidora de energia. Os participantes recebem na hora um comprovante com a quantia que será abatida na sua próxima conta de energia elétrica. Não há limite para o desconto – assim, se a pesagem dos resíduos superar o valor da “conta de luz”, por exemplo, o crédito restante vai virar desconto na fatura seguinte. O processo de recebimento, armazenamento e destinação do material coletado é realizado pela empresa Multilixo, especializada em reciclagem, e toda a atividade é supervisionada pela AES Eletropaulo.

Sobre a iniciativa – “O ‘Recicle Mais, pague Menos’ tem impacto positivo direto na renda dos clientes e insere na cadeia de reciclagem materiais que poderiam ser desperdiçados, na forma de lixo não reaproveitado, além de incentivar a prática da cidadania e o uso consciente de recursos naturais”, diz Paulo Camillo Penna, Vice-presidente de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da AES Brasil. Segundo o executivo, o projeto simboliza os esforços do Grupo de “atuar como agente transformador, entendendo, atendendo e antecipando as necessidades de energia elétrica dos seus clientes, com soluções seguras e inovadoras para o desenvolvimento das comunidades nas quais estão presentes”. A ação é resultado do compromisso das empresas da AES Brasil com a sustentabilidade, que se tornou um elemento fundamental e intrínseco ao seu planejamento estratégico e gestão.

Projeto da AES Brasil começou no Rio Grande do Sul – Operando desde o dia 20 de março no bairro Mathias Velho, em Canoas, o “Projeto Recicle Mais, Pague Menos”, já arrecadou mais de dez toneladas de resíduos de plástico, vidro, papel e metal, oferecendo em troca créditos na conta de energia elétrica. Os resultados de apenas um mês de funcionamento revelam que a ideia foi bem aceita pela comunidade. Alguns dos clientes que já aderiram tiveram redução de mais de R$ 78,00 na fatura mensal.



 Mais informações:

Assessoria de Imprensa da AES Eletropaulo - In Press Porter Novelli
Atendimentos:
Guilherme Revitto        guilherme.revitto@inpresspni.com.br   11 2195-7964
Daniela De Camillis    daniela.camillis@inpresspni.com.br     11 2195-2267

Telefone: (11) 2195-7374
Plantão: (11) 99617-9265

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Vida Inteligente: Bateria através do Ladrilho


E quem disse que não existe vida inteligente nesse mundo? Cientistas estão preocupados com a futura escassez da energia e estão criando alternativas, imaginem um ladrilho desse no centro de São Paulo? Iriamos ter uma fonte de energia que abasteceria provavelmente todas as luminárias da região central! Segue uma dica para nossos representantes nas prefeituras.

Fonte? Yahoo, pena que não deram mais fontes de estudo, mas esta valendo!

Uma empresa vem ganhando destaque no mercado de energia por conseguir produzir eletricidade a partir de um simples passo. A Pavegen Systems conseguiu criar um ladrilho capaz de captar a energia produzida por um passo e repassá-la para outro aparelho ou apenas armazená-la. 

Toda vez que alguém pisa em cima da área do ladrilho, a placa absorve a energia – equivalente a 2,1 watts – e a direciona para uma bateria de lítio. A eletricidade coletada pode facilmente alimentar aparelhos que consumam pouca energia, como sinais de trânsito, postes de rua e outdoors. 

As placas são feitas ainda de material reciclável, além de serem a prova de água e resistir a condições climáticas mais intensas. O produto, que já se encontra no mercado, foi utilizado durante os Jogos Olímpicos de Londres em 2012.
Eletricidade pode ser útil para alimentar sinais de trânsito
INSTITUIÇÃO ÁRVORE SAGRADA - Idéias surpreendente, vida inteligente.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

FOTOS: RAPEL Ambiental


FOTOS: RAPEL Ambiental

Segue mais um evento realizado pelo Instituição Árvore Sagrada, o Rapel.

Como é comum, em nossas atividades, desenvolver eventos que tragam 
aos nossos membros não apenas a diversão, mas também o aprendizado 
e a conquista de vencer limites pessoais. 

Como muitas pessoas possuem um certo receito com relação à altura, 
criamos uma atividade de rapel e entre outras vitórias realizar mais um 
evento de sucesso.

Seguem as fotos do evento realizado no dia 02/02/2013.








sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

ALL anuncia solução inédita no transporte de combustível


América Latina Logística anunciou acordo feito com a Cattalini Terminais Marítimos para importação de combustíveis via ferrovia pelo Porto de Paranaguá. A operação logística é inédita no Brasil e abastecerá a região de Curitiba, o interior do Paraná e de São Paulo.

Os investimentos somam cerca de R$ 10 milhões e serão direcionados à melhoria da estrutura de integração ao modal ferroviário no terminal da Cattalini. As duas empresas já operam juntas em exportação de álcool e agora vão fazer a operação contrária.

"Há sérios problemas de abastecimento de combustíveis no país, hoje os combustíveis derivados de petróleo chegam até as distribuidoras principalmente por dutos e pelas rodovias, que estão saturados", diz Luís Gustavo Vitti, gerente de negócios líquidos da ALL. Vitti garante que, com o novo acesso via ferrovia, além do aumento na capacidade de volume transportado, o custo do frete será reduzido, sem contar na redução de caminhões nas rodovias e a diminuição de gases poluentes para o meio ambiente.

A expectativa é movimentar 30 milhões de litros/mês no terminal, com uma capacidade instalada de até 60 milhões de litros/mês. Para atender a nova logística, a Cattalini informa que haverá um reaproveitamento das instalações e remanejamento da logística no terminal, em Paranaguá. Com o novo serviço, os clientes terão, além do modal rodoviário, uma nova alternativa para receber combustíveis e derivados, principalmente gasolina e diesel, com a possibilidade de utilizar os dois modais de forma ininterrupta e simultânea.

Com o início das operações, prevista para o primeiro semestre de 2013, haverá uma capacidade nominal para o carregamento de 120 milhões de litros por mês em modal ferroviário, o que equivale ao volume transportado por aproximadamente 3.500 caminhões. A nova plataforma ferroviária terá condições de receber 19 vagões ao mesmo tempo, capazes de transportar cerca de 1 milhão de litros de combustíveis. Caso este volume fosse transportado via rodoviária, seriam necessários 30 caminhões.

Fonte:TNPetróleo